Por que o Colibri?

Natal (84) 4008.0002
Whatsapp (84) 98159.1039
Mossoró (84) 3314.5653

Por que o Colibri?

RESOLUÇÃO-COFECI Nº 126/81

 

A partir desta data, o Colibri “Glaucis hirsuta”, passa a ser o pássaro-símbolo dos Corretores de Imóveis. Esta Resolução também cria a Medalha do Mérito do Corretor de Imóveis e institui o registro do Mérito “ad perpetuam rei memoriam”, em livro especial. Dá outras providências.

 

O CONSELHO FEDERAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS, no exercício regular de sua competência tal como reservada no artigo 16, item XVII da Lei nº 6.530, de 12 de maio de 1978, regulamentada pelo Decreto nº 81.871, de 29 de junho de 1978,

CONSIDERANDO que as pesquisas e informações de fontes autorizadas revelam que na fauna alada brasileira o Colibri é o pássaro que na luta pela sobrevivência, mais se assemelha à luta do Corretor de Imóveis;
CONSIDERANDO que ao COFECI cabe reconhecer e estimular o MÉRITO de profissionais da intermediação imobiliária, bem como de personalidades outras e instituições, nacionais e estrangeiras que, pelos RELEVANTES serviços prestados à classe, tornem-se credores da distinção,

RESOLVE:

Art. 1º – A partir desta data, quando se realiza a XVII Sessão Plenária, na valorosa cidade de Porto Alegre, e por vontade unânime dos Conselheiros, é o Colibri (Glaucis hirsuta), escolhido pássaro-símbolo do Corretor de Imóveis e será lembrado em impressos, faixas, logotipos e medalhas, e receberá homenagens especiais a 27 de agosto de cada ano.

Art. 2º – Nesta Resolução, também por deliberação unânime do Plenário, fica criada a MEDALHA DO MÉRITO DO CORRETOR DE IMÓVEIS destinada a agraciar seus profissionais, personalidades outras e instituições, nacionais e estrangeiras, que, pelos assinalados serviços prestados à classe através de suas entidades representativas e de fiscalização, revelem-se merecedores da distinção, tendo direito, por igual, ao registro de seus respectivos nomes e denominações, no LIVRO DO MÉRITO também aqui criado, e ao correspondente diploma.

Art. 3º – Toda pessoa ou entidade que se destacar na sua ação em prol dos Corretores de Imóveis, a critério do COFECI, ou por indicação fundamentada do Plenário do Conselho Regional será galardoada com a MEDALHA referida no artigo 2º.

Art. 4º – A MEDALHA será presa a uma fita vermelha, que é a cor que simboliza a fé, de dez centímetros de comprimento por três centímetros de largura e terá quatro centímetros de diâmetro por 004 milímetros de espessura, sextavada, tendo, no anverso a efígie do Colibri “Glaucis hirsuta” e no reverso, a inscrição: “Conselho Federal de Corretores de Imóveis”, e no centro da medalha a legenda: “AO MÉRITO”, embaixo a data: “1981”.

Art. 5º – O Presidente do COFECI designará quatro membros para formar a Comissão do MÉRITO da qual é sempre o Presidente e chanceler.

Art. 6º – O LIVRO DO MÉRITO será aberto com os nomes, pela ordem, do Ministro ARNALDO DA COSTA PRIETO, PATRONO DA CLASSE, dos ex-presidentes do COFECI, dos fundadores do Conselho Federal, e de corretores já falecidos, cuja ação em vida possa enquadrar-se no item apontando no artigo 2º desta Resolução.

Art. 7º – A presente Resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições contrárias.

 

Brasília-DF, 08 de maio de 1981

AREF ASSREUY
Presidente

EZEQUIAS NEGROMONTE
1º Diretor Secretário

“Na fauna alada brasileira o colibri é o pássaro que, na luta pela sobrevivência, mais se assemelha à luta do Corretor de Imóveis”

O Colibri “Glausis Hirsuta” foi escolhido pelo Conselho Federal de Corretores de Imóveis, Resolução COFECI n.º 126/81, o pássaro-símbolo da categoria profissional, por recomendação do renomado cientista Augusto Ruschi.

Exaltado como o “Patrono da Ecologia do Brasil”, título concedido pelo Congresso Nacional em 1994 e assinado pelo ex-Presidente Itamar Franco, Dr. Augusto Ruschi é, provavelmente, o maior naturalista da América do Sul, mais célebre e maio pesquisador e especialista do mundo em beija-flores (além de autoridade famosa internacionalmente em orquídeas e morcegos).

O Colibri “Glaucis Hisurta” foi taxidermizado por Dr. Augusto Ruschi e recebeu o n.º 2001 da coleção do Museu de Biologia Prof. Mello Leitão, Santa Teresa/ES.

Caraterísticas: Comprimento: 120mm, Bico, 30mm, Peso 7,0 grs, Vibrações de Asa por segundo 21, Medidas e peso dos ovos 16×10 mm e 0,67 grs, Temperatura 41Cº. Diforfismo sexual, a fêmea é mais clara ventralmente e tem o bico mais curvo que o macho.

Distribuição Geográfica: É encontrado na Venezuela, Guianas, Bolívia e, no Brasil, em todos os Estados, Territórios e Distrito Federal.